Girondinismo e Jacobinismo

Postado por Lucas domingo, 20 de maio de 2012 0 comentários

- Girondinismo:
Girondino ou girondinismo era a denominação de um grupo político moderado, chefiado por Jacques-Pierre Brissot (1754-1793) durante a Revolução Francesa.
Compreendia junto com os jacobinos (liderados por Robespierre) e cordeliers (por Danton) o Terceiro Estado, e ocupavam o lado esquerdo da Assembléia, ficando o direito para o Clero (Primeiro Estado) e Aristocracia (Segundo Estado).

Defendiam uma Monarquia Constitucional e se enfraqueceram politicamente com a tentativa
de fuga de Luis XVI. A conotação política dos termos Esquerda e Direita provém desta divisão inicial da Assembléia Nacional Francesa. Os Girondinos tinham em
seus quadros representantes da alta, média e baixa burguesia.

Em um clima dominado pela guerra civil, Robespierre com a ajuda da La Montagne, e apoio dos Sans-culottes (proletários parisienses) instituiu o regime do Terror, período caracterizado
por processos sumários de condenação à morte na guilhotina, envolvendo na maioria das vezes personalidades políticas opostas aos Jacobinos, que culminou na eliminação dos líderes girondinos em outubro de 1799.

- Jacobinismo:
Originário da revolução francesa, o termo jacobinismo, também chamado jacobismo, teve uma
significação diferenciada e evolutiva ao longo dos tempos.
Originalmente, um jacobino era um membro do Clube Jacobino, clube maçónico francês com
representação nos Três Estados e, depois, na Assembleia Nacional Francesa.

Os primeiros jacobinos, setecentistas, eram pequeno-burgueses ainda muito ligados às suas
origens rurais e pobres, com pensamentos políticos e sociais radicais (queriam o extermínio
dos nobres). Receberam a denominação de jacobinos pois reuniam-se inicialmente no
Convento de São Tiago dos dominicanos (do nome Tiago em latim: Jacobus e do francês
Saint-Jacques).

Seus membros defendiam mudanças mais radicais que os girondinos: eram contrários 
à Monarquia e queriam implantar uma República. Esse grupo era apoiado por um dos
setores mais populares da França - os sans-cullotes (sem culotes) - e, juntos, lutaram por outras mudanças sociais depois da revolução.
Sentavam-se à esquerda do salão de reuniões.

Resumindo:
Tanto os Jacobinos como os Girondinos eram representantes do terceiro estado (camponeses
e burgueses, principalmente) durante a Revolução Francesa. Ambos sentavam do lado
esquerdo na Assembléia Nacional Francesa e queriam mudanças, enquanto que o clero e a nobreza sentavam-se do lado direito, que seriam os conservadores. Daí vem a conotação política dos termos Esquerda e Direita.

Os Jacobinos eram mais radicais e queriam o fim da Monarquia e a implantação da República,
enquanto que os Girondinos denfendiam uma Monarquia Constitucional.

Glossário:

1. La Montagne
Após a formação da república francesa, a Assembléia se dividiu entre Montagnards
(montanheses) e constituíam "La Montagne" (Montanha), assim chamada porque ocupavam
as posições altas do plenário enquanto que os girondinos e outros grupos por ocuparem as
partes baixas eram chamados de "peuple de marais" (povo dos pântanos), ou "peuple de
La Plaine" (povo da planície).

2. Sans-Cullotes (Sem-Culotes)
'Sans-Culottes' (do francês "sem culotes", sendo o culote uma espécie de calção, vestimenta típica da nobreza) era a denominação dada pelos aristocratas aos artesãos, trabalhadores e até pequenos proprietários participantes da Revolução Francesa a partir de 1771, principalmente em Paris. Recebiam esse nome porque não usavam culottes,
calções justos que apertavam no joelho, mas uma calça de algodão grosseira.

3. Proletários
Cidadão pobre que só era útil pelos filhos que procriava.
Pessoa que só tem seu salário para viver, isto é, a remuneração da sua força de trabalho.

4. Clube Jacobino
O Clube Jacobino é o clube político mais célebre da Revolução Francesa. « É aqui que
se preparou a Revolução, disse Couthon em 1793. É aqui que ela foi feita, é aqui que se
prepararam todos os grandes acontecimentos ».

O clube deve seu nome ao Convento dos Jacobinos, onde se instalou em 1789.
A palavra designava os Dominicanos, após a colocação de seu convento principal ser feita
na Rua Saint-Jacques (Jacques = jacobus em latim vulgar).

Adaptado de Wikipédia.

0 comentários:

Postar um comentário