Metanfetamina

Postado por Lucas segunda-feira, 28 de maio de 2012 0 comentários

A metanfetamina (MA) é uma droga estimulante do sistema nervoso central
(SNC), muito potente e altamente viciante, cujos efeitos se manifestam no sistema
nervoso central e periférico. A metanfetamina tem-se vulgarizado como droga de
abuso devido aos seus efeitos agradáveis intensos tais como a euforia, aumento do 
estado de alerta, da auto-estima, do apetite sexual, da percepção das sensações e 
pela intensificação de emoções. Por outro lado, diminui o apetite, a fadiga e a 
necessidade de dormir.


Existem algumas indicações terapêuticas para a MA, nomeadamente narcolepsia, déficit
de atenção hiperativa em crianças, obesidade mórbida e descongestionante nasal
(l -metanfetamina). Contudo, esta droga manifesta um grande potencial de dependência
e a sua utilização crônica pode conduzir ao aparecimento de comportamentos
psicóticos e violentos, em consequência dos danos que pode causar ao SNC.

Mecanismo de Ação:
A MA exerce seus efeitos ao aumentar agudamente as quantidades de dopamina,
noradrenalina e serotonina na fenda sináptica, ampliando assim a neurotransmissão 
monoaminérgica. O aumento das monoaminas na fenda sináptica dá-se por vários
mecanismos, entre os quais a inibição do armazenamento desses neurotransmissores
nas vesículas dos terminais neuronais; bloqueio da recaptação das monoaminas por
ligação às proteínas transportadoras; diminuição da expressão de transportadores de
dopamina na superfície celular; inibição da MAO, levando ao aumento do tempo de
vida das monoaminas e através do aumento da atividade e expressão da tirosina
hidroxilase, enzima responsável pela síntese de dopamina.

Adaptado de Wikipédia.

0 comentários:

Postar um comentário