Lâmpada Incandescente

Postado por Lucas sábado, 9 de junho de 2012 0 comentários

A lâmpada incandescente (também chamada de lâmpada eléctrica em Portugal) é um 
dispositivo eléctrico que transforma energia elétrica em energia luminosa e energia térmica.

Desde o início do século XIX, vários inventores tentaram construir fontes de luz à base 
de energia elétrica. Humphry Davy, em 1802, construiu a primeira fonte luminosa com 
um filamento de platina, utilizando-se do efeito Joule, observado quando um resistor é 
aquecido pela passagem de uma corrente elétrica a ponto de emitir luz visível.

A lâmpada utilizava uma haste de carvão (carbono) muito fina que, aquecida acima 
de aproximadamente 900 K, passa a emitir luz, inicialmente bastante avermelhada e 
fraca, passando ao alaranjado e alcançando o amarelo, com uma intensidade luminosa 
bem maior, ao atingir sua temperatura final, próximo do ponto de fusão do carbono, 
que é de aproximadamente 3 800 K.

A haste era inserida numa ampola de vidro onde havia sido formado alto vácuo. O sistema 
diferia da lâmpada a arco voltaico, pois o filamento de carvão saturado em fio de algodão 
ficava incandescente, ao invés do centelhamento ocasionado pela passagem de corrente 
das lâmpadas de arco.

Como o filamento de carvão tinha pouca durabilidade, Edison começou a fazer experiências 
com ligas metálicas, pois a durabilidade das lâmpadas de carvão não passava de algumas 
horas de uso.

A lâmpada de filamento de bambu carbonizado foi a que teve melhor rendimento e 
durabilidade, sendo em seguida substituída pela de celulose, e finalmente a conhecida
até hoje com filamento de tungsténio cuja temperatura de trabalho chega a 3000°C.

Funcionamento:
Quando se aciona um interruptor, a corrente eléctrica passa pela lâmpada através de duas
gotas de solda de prata que se encontram na parte inferior, e em seguida, ao longo de fios
de cobre que se acham firmemente fixados dentro de uma coluna de vidro. Entre as duas extremidades dos fios de cobre estende-se um outro fio muito fino chamado filamento.
Quando a corrente passa por este último, torna-o incandescente, produzindo luz.

Adaptado de Wikipédia.

0 comentários:

Postar um comentário